28 de setembro de 2010

Alma nua


Num sopro de vento forte que não sei explicar de onde vem,
toda proteção do meu corpo foi levada.
Agora o que me resta:
é a nudez do meu corpo,
e uma dor na alma tentando anunciar
que alguma forma de morte se aproxima.
By Helô Strega

2 Comments:

  1. inttimus said...
    Que agora te sintas mais leve, assim como a brisa que vejo agora embalando seus cabelos como se tocassem o céu.


    * Vc sempre me inspira !
    Helô Strega said...
    Sinto-me uma pouco abraçada por suas palavras grata.
    Bjus

Post a Comment



Runas

Tarô

Minhas Músicas

Template by:
Free Blog Templates