19 de abril de 2009

Roteiro da Vida


Tem tanta coisa aqui dentro

Mexendo e remexendo em mim.

Algumas coisas que incomodam

E outras coisas com tempo se acomodam.

Queria saber muito sobre cinema

Para poder escrever o “roteiro da minha vida” com autonomia

Na esperança de garantir um Happy End para mim mesma [:d].

Mas com estas coisas estranhas aqui dentro, não dá!

Sou uma estranha para mim mesma,

E sei que o “roteiro da vida real”

É fabulosamente escrito a muitas mãos!

Talvez seja isto que torne a vida

Magicamente imprevisível.

Apesar das inquietações o importante

É deixar a história ir acontecendo.

Hoje não me importo muito com as tramas dos roteiristas

Sujeitos que partilham comigo suas histórias de vida...

Algo me diz que o Happy End,

Um dia chagará para mim.

Como chega em todas as histórias de cinema

Todo depende de como se entende e se lê o roteiro

E se incorpora a história e seus personagens.

Afinal, a vida é melhor que as telas de cinema,

Só porquê nosso roteiro é imprevisível.

E viver na esperança de um Happy End é tudo de bom!

Até breve!!!!!!

By H.Strega

3 Comments:

  1. Anônimo said...
    É que o happy end não é um evento final, senão seria o final mesmo. Todo dia há vários happy ends, tem que gostar de um e não gostar de outro, eles mais ou menos se alternam. Se vc puder ter bons happy ends todo dia, a vida fica melhor, mas os outros tb esperam que vc ajude-os nos seus happy ends. Conclusão: é a sua forma de ver que faz a coisa terminar bem ou não... se está ruim é porque aind não acabou, ai vc interfere e melhora o evento. Vc não precisa escrever o roteiro sempre, mas pode atuar bem. Bjssssssssssssss

    Claiton
    H.Strega said...
    Claiton,
    Eu também acredito como você que não existe o happy end como dos cinemas, mas só rabisquei rsrsr...
    Eu acredito que a vida é feita de momentos de happy e outros de sad, e nestas idas e vindas entre happy e sad a vida vai acontecendo e nós vamos vivendo, e um às vezes enquanto vivemos olhamos para trás, para o nosso passado e vemos que a felicidade não é um evento final, mas pequenos ou grandes eventos que vão acontecendo durante nossa vida. Como se viver fosse colecionar pequenas peças de quebra-cabeças para irmos aos poucos montando a paisagem do que compõem a felicidade de nossa existência neste mundo.
    Grata pelo comentário!
    Mil beijos e bom feriadão rsrsrs.....
    Irene Moreira said...
    Olá Helô caminhando a procura de poesias cheguei ao seu cantinho e me deparei com "Roteiro da Vida" como muitas outras escritas da alma , como dizes, que me encantou muito.Gostaria muito de poder postar em meu blog "A Vitrine de Sonhos" (http://avitrinedesonhos.blogspot.com) e já estou preparando outro blog que é " Sentimentos da mulher". Já te add e espero um contato seu e espero também a sua visita. Beijos

Post a Comment



Runas

Tarô

Minhas Músicas

Template by:
Free Blog Templates