9 de agosto de 2009

Para meu pai (Vicente)




Nunca fui uma menina obediente

Sempre fui composta por teimosia e ousadia.

Minha mãe, nunca foi de reclamar de mim,

Pois dos problemas que enfrentei,

Poucos chegaram até o portão de minha casa.

Minha mãe sempre foi como um pai, também!

Mas eu sempre tive pai.

Minha mãe não era chocadeira.

Na primeira e segunda infância sua presença

Resumiu-se numa pensão imposta pela justiça,

Junto de material de escola e alguns chorados presentes,

Nas datas comemorativas.

Logo que comecei a trabalhar não quis nada disto

Abri mão de tudo na justiça,

Acredito que as coisas têm que ser dadas por amor...

Minha mãe ficou uma fera

E até de mal comigo, por uns dias.

O tempo passou e um dia soube que ele (meu pai) não estava bem.

Peguei o telefone e liguei pra ele.

Depois fomos passear na cidade...

Não falamos do passado,

Decidimos ambos, sem combinar, manter uma conversa

Que falasse sobre os acontecimentos presentes

E os sonhos do futuro.

Hoje nos damos super bem.


Ele é ator, participa de um grupo de teatro da terceira idade,

Na cidade junto de seus amigos.

Sempre vou a suas apresentações,

Pois sempre fiz teatro, música...

Sempre tive uma queda pelas artes.

O passado ficou no passado...


O presente é gostoso, a gente ri, toma vinho junto...

Ele lê os textos que ensaia pra mim,

Às vezes brincamos de contracenar...

Ele conta piadas engraçadas.

Quando está triste se refugia em sua casa lá em Mauá RJ...

Já fui lá não resgatá-lo, mas papear e tentar pescar siri

Sou tudo de ruim na pescaria, pois num fico quieta,

Mas ele parece que gosta de minha companhia.

Eu ensinei a ele a usar sala de bate papo

E lhe falei que tinha que arrumar umas paqueras virtuais.

Ele achou engraçado, mas num sendo bobo

Quis aprender. E aprendeu direitim rsrsr...

Hoje é dia dos Pais e achei que uma boa homenagem

Seria lhe falar que eu amo assim exatamente como o é...

Até o modo como nossa história de pai e filha se desencadeou...

E se me perguntasse se eu gostaria de escrever uma história diferente.

Sem egoísmo e maldade eu diria que não!


Estou inteira e satisfeita, com tudo como está.

Aliás, estou doida que chegue fim do ano pra ver sua apresentação no teatro:

Ano passado sua atuação na rádio ficou show

Choro de rir quando vejo o vídeo

Com sua atuação engraçada...

E morro de inveja que você aprendeu dança cigana

E arrasou no palco...

Você sabe que adoro cultura cigana.

Quando nos encontrarmos novamente

Será que você me ensina a dançar?


Um beijo de desta filha retardada que te ama!

Amo-te “ô seu Vicente”!!!!!!

By H.Strega

7 Comments:

  1. Rosemildo Sales Furtado said...
    Oi Helô! Fiquei maravilhado com a homenagem que prestaste a teu pai. Com certeza ele deve estar muito feliz, pois, assim como eu, ele sabe perfeitamente que tuas palavras são sinceras. Parabéns!

    Beijos,

    Furtado.
    Lou Witt said...
    Lindas palavras! Bem articuladas, bem colocadas, com sinceridade e emoção.
    Parabéns pelo texto!
    Com certeza seu papi ficará orgulhoso!!!
    BeijO
    Vicente said...
    Ei Minha Filha, orgulho deste Papi!
    Sabe que uma das coisas que mais admirei em voce é a capacidade que tem de ser tão verdadeira no olhar, nas palavras, o modo como luta pelas coisas que deseja sempre sendo vencedora, desconheço sua derrota.
    E mais eu preciso dizer que lamento um pouco não ter acompanhado bem de perto sua infancia que te tornou nesta mulher tao bela, forte, inteligente. Queria ter visto como se tornou uma bruxa tão boa, antes eu pensava que elas eram más kkk
    Obrigado por sua amizade, sincerida, amor e dom de perdoar e recomeçar sempre. Se eu fosse mais sábio teria feito uma historia mais proxima, mas estou feliz com a que voce me proporciona.
    Só num digo que é minha filha preferida, porque Pais amam a todos iguais.
    Obrigado por ser quem voce sua doida.
    Tava lendo isto aqui estou achando que ta apaixonada kkkk
    Vou aos poucos ler tudo, quem sabe num fazemos um texto teatral com suas escritas da alma.
    Obrigada por este texto sincero, a visita do domingo e o presente. Ja estou usando.
    Te amo o minha filha e bruxa doida e tão querida.
    Papai Centi

    PS.: Vou namorar na net kkkk
    Afinal aprendi direitinho
    Hermina!!!! said...
    Eiiiiiiiiiiii paiiiiiiiiiii[:(]
    Tu emocionou eu meu pai único e preferido.
    Preciso dezer uma coisa que ficará em segredo entre eu vc e todos os poucos que leem este espaço aki. Você não qis dizer que sou sua filha preferida, mas acho que sem querer você disse hauahaua.... Prometo que num conto a Claudio e Fonso hauahauahau.........
    Gosto de você!
    Passado ficou no passado!
    Eu vivo em transformação, vai poder ver ainda muitas, sempre me sinto uma menina, principalmente quando pulo no teu colo.
    Isso mesmo vai namorar na net que isto faz bem!
    E sobre eu estar apaixonada, eu ja disse ta ali no meu perfil eu vivo apaixonada, mesmo quando sofro, choro, grito, xingo, rabisco a alma, pixo o coração, pinto quadros, quando tento fazer poesias e tento fazer carinho, tenho muitas formas de amar, das mais violenta e mais doces. Queria saber amar só de forma doce, um dia quem sabe eu não aprendo?!
    Mas ainda não soi assim!
    Mas eu te amo! Isto é tudo e me basta!
    Vou te ligar agora, se tiver na net insistirei no fone ate ela cair hauahauahaua....
    Pode parar de namorico por um momento[:P]
    Obrigada por seu meu papiiiii!!!!
    Um beijo
    Hermina!!!! said...
    Obrigada por seu carinho, Lou!
    Um beijo!!!!!
    Hermina!!!! said...
    PS.: Fazer disto aki um texto dramaturgico seria uma coisa estranha nem consigo imaginar minha alma em cena. Teriamos que fazer muitas edições.
    Quando tiver saco e tempo de ler tudo entenderá.
    Nem sei qual seria a reação da plateia papai.
    Cara, até hj num sei pq ao vivo te clamo de papai hauahaua.... Culpa da Claudia que mandava eu puxa teu saco assim rsrsrs...
    E aí Papai tem dinheiro aí?
    huahauaha....
    Só lembrando o passado um cadim.
    Mas se fizer um texto quero dirigir ou atuar kkkk....
    Lou Witt said...
    Lágrimas...
    não sei se de emoção ou de riso.

    Lágrimas...

Post a Comment



Runas

Tarô

Minhas Músicas

Template by:
Free Blog Templates